quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Isso é um elogio?


Uma das coisas que causa-me terrível incômodo é elogio feito de forma banalizada, em minha área profissional as pessoas costumam achar que ao elogiar sistematicamente uma criança ela terá sua auto-estima fortalecida. Ledo engano, uma crianças em idade escolar tem perfeita habildade cognitiva de perceber quando o tal "elogio" é vago e feito de modo mecânico.
Tal atitude não apenas é inútil e patética, mas também perniciosa por que perde-se o parámetro:
Tudo passa a ser BELO, tudo passa a ser INTERESSANTE, tudo passa a ser ESPECIAL, (Conheço um grupo de pessoas de um credo religioso que a palavra "ESPECIAL é quase um mantra pra eles, é especial pra lá, pra cá..., enfim)A palavra é tão gasta que perde seu real valor.
A criança percebe a superficialidade em sua voz, a mecanização e em muitos casos ela pode crescer achando o centro do mundo de tão egocêntrica que se torna. Naturalmente que o elogio tem o seu lugar e o seu valor não apenas no meio profissional mas social, contudo ponderemos nossa prática ao elogiar.
Outro aspecto: Costume receber com mais cautela ainda os elogios dirigidos á sua pessoa, não envaidesa-se tanto ou você parecerá relógio velho (Aquele que pega uma corda...rs).
Um risco que costumamos correr é esperar o tempo inteiro pela validação de terceiros. Isso é lamentável por duas razões:
Primeiro: A opinião de uma pessoa é mutável, (esta é a matéria humana: Inconstância e incoerência) pessoas podem mudar e você não deve ficar ao sabor das inconstâncias de outros.
Segundo: Seu valor é determinado em Deus, ele o conhece e sabe a extensão de seu potencial.
Lembrei-me agora também de outra palavra usada no meio evangélico, (sou cristã, mas confesso: Abomino essas coisas) Todo mundo é "amado". Por favor! Você mau me conheceu e ai vem com esssa de amado!?
Eu tenho nome e gosto muito dele, quero ser chamada por meu nome, até por que segundo estudiosos nenhum som é mais atraente aos nossos ouvidos que nosso próprio nome!
Chamar todo mundo de "amado" é pra mim apenas um meio de justificar a falta de memória da maioria para gravar nomes. Sem falar que soa extremamente antipático. Este é o verdadeiro "tiro no próprio pé" por que afinal não favorece a proximidade e acaba afugentando as pessoas.
Voltando ao elogio: Analisemos etimologicamente a palavra ELOGIO:
Esta palavra vem do Grego eulogia, “elogio”, literalmente “falar bem de”. Forma-se por eu-, “bem”, mais logia, “falar”, do verbo logein, de logos, “discurso, fala”.

Uma pessoa que costuma elogiar o tempo inteiro sem critérios, acaba por ser desacreditada, vulgo bajulador, há coisa mais repugnante que uma criatura bajulando outra?
Cautela com elogios, tanto ao faze-los quanto em recebelos, por que quando for de fato nescessário um justo reconhecimento não terá ressonância alguma.


"Sê parco no elogiar, e ainda mais no criticar."
L. A. Sêneca




2 comentários:

Katia Cristina disse...

Betinha, minha amada, rs

Eu prefiro quem fala mal de mim, pois sei que ou está sendo invejoso ou honesto!
Bjs

Rádio Avivamento Jovem disse...

É verdade,tem gente que faz cada elogio que da vontade de pagar por ele..."Há obrigaduh meu filho,tóma 1 Real pra vc....ksksks"
A falsidade corre solta quando o assunto é elogios.


Já a questão do Amadooo....ksksksk
sincerament,Eu impensavelmente tenho o costume de falar amado pra uma galera,mais é costume,sem nenhum carinho indevido...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...