sexta-feira, 26 de junho de 2009

Passeando na blogosfera.



Quantas surpresas nos reserva esta blogosfera? Hoje pelas minhas andanças deparei-me com um blog super simples e delicado. Fui levada para o mesmo através de uma imagem que pesquisava e pega de surpresa por uma música que tocava, (Eu havia minimizado a janela e esqueci o áudio ligado e oh, céus, eu detesto estas músicas invasivas que tocam assim que entro em um blog) Mas, esta eu não pude ignorar.

E por que? Por que a música que tocava era de uma beleza ímpar.
Uma obra prima, ainda não fui verificar a autoria, pois que desconheço totalmente. Mas poucas obras reunem poesia belíssima, profunda e intensa.
O título? " Alma gêmea de minha alma" assemelhando-se a um fado, com seu estilo inconfundível, nem de longe pensei em postar algo assim hoje...
Pensei que em postar algo de cunho mais prático.
No entanto, diante de tão comovente surpresa, não pude privar você de também apreciar não apenas a música que toca em um play liste com mais outras canções que nem de longe são tão belas quanto ela.

O blog singelo denomina-se "Alma cúmplice" e ao que tudo indica é uma declaração de amor de um casal, onde apenas eles dois têm acesso.
É por esta e por outras que sou encantada por este mundo da blogosfera, e sua ardente defensora.
Por que achamos tão rapidamente quem condene tal ferramenta, desconhecendo seus críticos que a ferramenta não traz em si nada de bom ou ruim, mas reflete apenas o que vai no íntimo de quem a manipula.

Blog onde a encontrei em play list:
FONTE:
http://almacumplice.blogspot.com/

Com vocês a letra belíssima de:

Alma Gêmea de Minha'Alma.

Alma gêmea da minha alma Alma gêmea da minha alma flor de luz da minha vida
Sublime estrela caída das belezas da amplidão.
Quando eu errava no mundo triste e só no meu caminho
Chegaste devagarinho e encheste o coração.
Vinhas nas bênçãos de Deus na divina claridade
Tecer-me a felicidade em sorrisos de esplendor.
És meu tesouro infinito
Juro-te eterna aliança porque sou tua esperança como és todo o meu amor.
Alma gêmea da minha alma se eu te perder algum dia
Serei a escura agonia da saudade nos seus véus.
Se um dia me abandonares, luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te entre as flores da claridade dos céus!

Onde encontrei a letra:

FONTE:
http://eoseguinte.blogspot.com/

A letra obtive em outro blog onde a autora afirma:

" Este poema faz parte de um romance espírita chamado " Há dois mil anos".
Já nem me lembro do romance em si, porque o li há uns bons 20 anos, mas o poema eu guardei comigo e nunca esqueci. Acho lindo!"

2 comentários:

Katia Cristina disse...

Foi nesse mundo louco em que nos conhecemos e foi uma grata surpresa porque você é uma pessoa ímpar, sensível, delicada! Bjs amiga

Maria Betânia disse...

Oi, Kátia, que bom ver teus comentários em meu blog e sempre cheios de carinho e autenticidade.
Estive ausente, mas logo ponho tudo em ordem.
Abraços querida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...