domingo, 15 de fevereiro de 2009

Não há justiça.


Não há justiça.
Não importa o quanto você clame, exaspere-se, rasteje.
Não há justiça.
Todos vão esperar que você sorria sempre...Que continue acreditando...
Seja educado, gentil, cortez.Não seja!Não há justiça.
Não há mas por que prosseguir...
Todos os navios avariados, estão encostados no estaleiro, sob a fria névoa...
Não há justiça.
Pare de clamar.
Páre de orar, os deuses todos ensurdeceram...
Desfaça a mala.
Retire a maquiagem.
Não há justiça.
Páre de acalentar sonhos e ilusões...
Não há justiça.
Hoje todas as preces ferem minha alma...
Eu tentei, tentei inúmeras vezes...
Mas sou apenas mais um navio no estaleiro...
As canções todas esqueci...
Trago em mim, pequeno trecho de uma que embalou-me por alguns meses...
Os homens legislam sobre tudo, esquecem eles que não há justiça;
portanto o legislador é um mais um tolo...
Não há justiça.
Criarem crenças, amuletos e superstições...
Há quem adore um gordo homem, a quem adore um magro homem, crucificado numa cruz...
Há quem creia em benzedeiras...
Não creio mas em nada.
Não há justiça.
Ainda há em mim um enorme potencial de amor...
Não sei o que fazer com ele...
Não quero mas prosseguir...
Quero que me seja dado o direito de desistir da caminhada...
Prossigam vocês que ainda creem...
Prossigam vocês que permancem em alto mar, suportando os ventos e tempestades...
Não sei de mim...
Não sei de nada...
Meus versos já não tem rima...
Minha canção desafinou...
Minha antiga prece emudeceu em meu peito...
Vou prosseguindo porque não posso afrontar os que amam...
Os loucos que me amam...
Então como prêmio mórbido, vou seguindo em luto de sangue...
O sangue de todos os homens justos, que foram dilacerados...
O sangue de todos os inocentes que cometeram o único pecado de sonhar.
(Quando todos os sonhos e promessas desfaleceram)

2 comentários:

Katia Cristina disse...

Ai, Beta...
Me sinto tal qual a você nesse momento.
Ler as suas palavras abrandou o meu coração por perceber que não sou a única!

Maria Betânia disse...

Kátia, creio que li este teu comentário, mas na época estava muito dispersa.
Hoje responde com meses de atraso.
Mas de certo modo isto é bom por que muitos de nossos conceitos mudam.
Hoje ainda creio que não haja justiça. mas o que mudou foi minha forma de assimilar as injustiças.
Hoje procuro fazer com elas não me atinjam mais fortemente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...